terça-feira, 28 de outubro de 2014

REFLEXÃO SOBRE CRIATURAS INTRUMENTOSAS

Ontem visitamos o Itaú Cultural da Avenida Paulista.
Pense em inventividade, junte um tanto de criatividade, pense em todos os instrumentos que você conhece, subverta a finalidade de cada objeto, associe elementos incompatíveis a sons inesperados, aplique fórmulas complexas da Física, técnicas de funilaria, pintura, escultura e marcenaria. Invista-se do espírito luxuoso de um catador de sonhos recicláveis.
Pense numa estética sonora e formal colorida de materiais infinitos. Dê vida a tudo isso com o lirismo mágico dos bonequeiros que nos povoaram  a imaginação da Humanidade desde os primórdios.
Agora esqueça tudo isso, e pense apenas no olhar sorridente sério de uma criança. Isso é o que resulta do trabalho do Adriano Castelo Branco [com cumplicidade da Verônica Pereira].
Todos os olhos de qualquer idade viram esse olhar infantil diante dos seus elementos sonoros. Impossível não revisitar a nossa origem brincante diante dessa poesia dos sentidos.
 Estamos diante dessas CRIATURAS INSTRUMENTOSAS!

Assista o vídeo: http://bit.ly/1wadFFm